A importância do Outubro Rosa

Outubro chegou e com ele a ação de conscientização em prol da prevenção do câncer de mama! OUTUBRO ROSA! Sabemos que muitas mulheres estão sujeitas a serem acometidas por essa doença, por isso é tão importante falarmos sobre o assunto e aprendermos sobre o autoexame, mas não só isso, também queremos falar sobre o resgate da autoestima da mulher durante esse processo tão delicado, que todos nós podemos fazer parte. Mas hoje vamos começar conhecendo um pouquinho mais da história desse lindo movimento. Como ele surgiu? Onde se iniciou? Quando chegou ao Brasil?

A mobilização do Outubro Rosa é comemorado hoje em todo o mundo, mas seu início se deu nos Estados Unidos. A Fundação “Susan G. Komen for the Cure”, é a maior e mais bem financiada organização sem fins lucrativos contra o câncer de mama nos Estados Unidos e em 1990 na 1° Corrida pela Cura, realizada em Nova York, a fundação lançou e distribuiu aos participantes o famoso laço cor-de-rosa e desde então a corrida passou a ser promovida anualmente na cidade.

Em 1997, instituições de outras cidades dos Estados Unidos, começaram a promover ações referente a prevenção do câncer de mama, denominando-o assim de “Outubro Rosa”. As ações sempre foram direcionadas a conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce, desde o início do movimento como até os dias de hoje. A princípio, as cidades se decoravam com os laços rosas em locais públicos, posteriormente as ações começaram a refletir em eventos de modas, atletismo e etc.

A iluminação rosa nas cidades se tornou uma leitura visual como parte da decoração a favor do movimento e é compreendida em todos os lugares, mas não existe uma informação oficial de quando e onde se iniciou a ideia da iluminação, apesar de ter alcançado uma grande proporção de aderência na população.

No Brasil, em outubro de 2002, tivemos as primeiras iniciativas referente ao Outubro Rosa, quando o monumento situado em São Paulo, conhecido como “Obelisco do Ibirapuera” foi iluminado de rosa e a iniciativa partiu de um grupo de mulheres que simpatizavam com a causa na época.

A partir disso, outros monumentos foram sendo introduzidos no movimento, como a Estátua do Cristo Redentor localizada no Rio de Janeiro e também a Pinacoteca Benedicto Calixto de Santos, São Paulo.

Com o passar dos anos, empresas, marcas e figuras públicas, foram aderindo à campanha e hoje já somos familiarizados com comerciais de TV e propagandas no geral. Apesar de ser um assunto tão falado no mês de outubro, não devemos nos atentar a prevenção apenas durante este mês. O autocuidado, como o autoexame, deve fazer parte da rotina das mulheres independente do mês. Mas, este é representativo para a causa, ganhou destaque e tornou-se especial.

No decorrer das próximas semanas, traremos conteúdos sobre a prevenção e o cuidado com autoestima durante o processo de tratamento.

Fique ligado(a)!